You are currently viewing Será que os profissionais de Proteção de Dados estão felizes em suas carreiras?

Será que os profissionais de Proteção de Dados estão felizes em suas carreiras?

Sim! A maioria dos profissionais das áreas de Privacidade e Proteção de Dados está feliz e realizada, inclusive, muitos acreditam estarem no auge de suas carreiras.

As informações sobre o “Indicador de felicidade” foram referências que extraímos dos relatório do IAPP/EY 2018 e 2019 e diz respeito ao nível de satisfação dos profissionais europeus.

O IAPP (International Association of Privacy Professionals) é uma associação internacional dos profissionais de Privacidade.

Todos os anos essa associação emite relatórios contendo informações sobre tudo o que aconteceu em relação à conformidade das empresas ao GDPR (General Data Protection Regulation).

As informações contidas nesses relatórios trazem uma breve noção sobre os desafios que encontraremos no atendimento às disposições da LGPD e, por conseguinte, nos conduzem às melhores iniciativas para não enfrentarmos as mesmas “dores” que o europeus enfrentaram, uma vez que os relatórios informam também os aprendizados dos profissionais e das empresas em relação à conformidade com o Regulamento Europeu.

E de toda essa experiência, há também uma parte muito interessante nesses relatórios que diz respeito à satisfação dos profissionais que estão trabalhando com privacidade e proteção de dados e auxiliando as empresas para a conformidade com a legislação, o chamado indicador de felicidade.

De acordo com os relatórios:

– 33%  dos profissionais de privacidade  atribuíram a maior pontuação de satisfação para seus empregos (“muito satisfeitos”);

–  49% selecionaram a próxima pontuação mais alta (“satisfeito”);

– apenas 8% disseram que eram insatisfeitos ou muito insatisfeitos;

– quase metade de todos os entrevistados (45%) espera que a privacidade traga novas oportunidades;

– enquanto outros 38% estão no auge de suas carreiras.

Quando nós falamos que a LGPD trouxe um mundo de oportunidades, não estamos falando de algo vazio e sem fundamentos. Estamos tratando de um tema com base na experiência de outros países, onde os profissionais estão cada vez mais atuantes e prósperos trabalhando com privacidade e proteção de dados.

O GDPR é a prova de que as leis de privacidade e proteção de dados são muito benéficas a todos nós e que, além do cumprimento dos seus propósitos, nos trazem um mundo de possibilidades.

Deixe um comentário